Blog Bamevap

Fonte: Imagem da internet

BLINDAGEM VIRTUAL
Postado em 15/05/2019 por Rafael Betti dos Santos França

“A democracia é uma delícia, mas tem certos custos” frase de Ciro Gomes, então candidato à presidência do Brasil em um dos debates da última eleição, em réplica a um comentário do também candidato Cabo Daciolo. Poderíamos transpor esse mesmo pensamento para a realidade vivida hoje em dia pelas pessoas nas redes sociais e no mundo virtual.

A expansão da rede mundial de computadores e a popularização das redes sociais geraram muitos benefícios para a sociedade. Por outro lado, o relativo anonimato proporcionado pela internet encorajou muita gente mal-intencionada a realizar ataques covardes e até criminosos na rede.

Como disse certa vez o escritor italiano Umberto Eco: “As redes sociais dão o direito de falar a uma legião de idiotas que antes só falavam em um bar depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a humanidade. Então, eram rapidamente silenciados, mas, agora, têm o mesmo direito de falar que um prêmio Nobel. É a invasão dos imbecis”.

Neste último domingo, em jogo válido pelo campeonato brasileiro de futebol, o goleiro vascaíno Sidão, que havia jogado mal, recebeu o troféu de “craque do jogo”, ofertado pela emissora oficial do torneio ao final de cada partida, num claro ato de sarcasmo dos internautas.

Em março, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que retiraria os radares eletrônicos das estradas, sem apresentar nenhuma análise técnica ou estatística. Uma ação popular contra essa medida foi movida, inclusive com o Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes] apontando a necessidade de se aumentar as instalações nas rodovias federais. Dados dos órgãos federais apontam queda de cerca de 30% nas mortes após o plano de monitoramento eletrônico.

A juíza da ação, Diana Wanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília, passou a receber ameaças e ofensas pelas redes sociais logo após suspender a medida do presidente e solicitar à União estudos técnicos que embasem qualquer decisão. Termos chulos e maldosos foram utilizados para ofendê-la. O MP está investigando o caso.

O número de crimes virtuais tem aumentado. De acordo com a Norton Cyber Security, em 2017 o Brasil passou a ser o segundo país no mundo em casos de crimes cibernéticos, afetando cerca de 62 milhões de pessoas, causando prejuízo na casa de US$ 22 bilhões, ficando atrás apenas da China, com US$ 63,3 bilhões em prejuízo.

Especialistas recomendam atenção com e-mails suspeitos, mensagens de WhatsApp e pedidos de atualização de sistemas, por exemplo. Ataques combinados, derrubando servidores também são conhecidos da população. Desde 2012 a legislação brasileira vem tentando se adaptar a essa realidade.

Hoje os crimes de ódio no ambiente virtual preocupam tanto quanto os ataques de hackers e de estelionatários. O clima de extrema polarização política vigente no país tem acirrado os conflitos nas redes e levado muita gente a expor convicções assombrosas.



LER ANTERIORLER PRÓXIMO

Todo nosso material está pautado na liberdade de expressão, as opiniões não refletem necessariamente o posicionamento da BAMEVAP, e possuem caráter meramente informativo.

Categorias

Todos

Atualidades

Prevenção a Fraude

Educação Financeira

SAVap Systems Webmail