Blog Bamevap

Imagem: Reprodução/Internet

FALTOU COMBINAR COM OS RUSSOS
Postado em 26/06/2020 por Rafael Betti dos Santos França

Reza a lenda que Vicente Feola, treinador da seleção brasileira na Copa de 1958, na Suécia, costumava ditar jogadas mirabolantes durante as preleções, indicando o posicionamento dos jogadores e as consequências dentro de campo. Antes da partida contra a União Soviética, Feola chamou Mané Garrincha e lhe cantou a seguinte jogada: “Mané, você pega a bola e dribla o primeiro beque; quando chegar o segundo, você dribla também. Vai até linha de fundo e cruza forte para trás, para o Vavá marcar”. Com simplicidade e bom humor, mas acima de tudo sabedoria, Mané Garrincha (que de mané não tinha nada), lançou a folclórica frase: “Tudo bem, seu Feola. Mas o senhor já combinou com os russos?”.

Jair Bolsonaro e sua família há muito vêm dando versões e explicações nada convincentes sobre suas atuações e envolvimento com polêmicas inglórias. Como uma bomba, a prisão de Fabrício Queiroz na última sexta-feira (19) reascende idas e vindas dos casos mais controversos, o que fez com que Bolsonaro praticamente se calasse esta semana – para alívio dos ouvidos sensatos.

Bolsonaro e sua família mudam constantemente de opinião a respeito de Queiroz e suas atividades enquanto assessor parlamentar de Flávio, quando o 01 era deputado estadual no Rio de Janeiro. Assim como seu agora ex-cliente, o advogado Frederick Wassef, proprietário do imóvel no qual Queiroz foi encontrado, se contradiz, e a cada questionamento apimenta ainda mais as dúvidas públicas sobre o caso. Sua última versão é a de que o abrigo se deu por questões humanitárias, já que sua residência ficaria próxima ao hospital em que Queiroz tratava de um câncer. Faltou combinar essa versão com a direção do hospital, que nega o tratamento.

No caso também recente da demissão do ex-ministro da Educação (que na verdade nunca foi ministro da Educação) Abraham Weintraub, inicialmente a exoneração fora publicada em edição extra do Diário Oficial no sábado (20), quando Weintraub já havia viajado com destino aos EUA, valendo-se do visto especial de ministro de Estado para entrar no país. No entanto, na última terça-feira (23), a data foi retificada para 19 de junho (última sexta-feira). É difícil compreender o motivo da saída (ou da fuga) tão apressada de Weintraub. Segundo o ex-ministro, foi tudo em razão de sua indicação a uma cadeira no Banco Mundial, sediado em Washington, nos Estados Unidos. Resta saber se ele será aceito ou não, já que sofre objeção pública. Em breve saberemos se combinaram direito com os demais membros da organização.

O que sabemos é que o presidente Bolsonaro não combinou direito com o General Augusto Heleno (ministro do Gabinete de Segurança Institucional) a versão sobre a troca da superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Na fatídica reunião ministerial de 22 de abril, denunciada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, Bolsonaro fala abertamente do desejo de troca do comando da PF em seu estado. Questionado posteriormente, o mesmo afirmava se tratar de sua segurança pessoal e de sua família. No entanto, Augusto Heleno afirmou que Bolsonaro nunca teve “óbices ou embaraços” para nomear e trocar nomes da equipe de sua segurança pessoal no Rio de Janeiro ou em qualquer outro lugar.

Por fim, há exatos três meses, no dia 26 de março, na porta do Planalto, Bolsonaro disse em entrevista: “Eu acho que não, não vamos chegar a esse ponto, até porque o brasileiro tem que ser estudado. O cara não pega nada. Eu vi um cara ali pulando no esgoto, sai, mergulha... Tá certo?! E não acontece nada com ele”. No mesmo mês, o presidente havia previsto que as mortes da pandemia não passariam de 800. Hoje já são mais de 55 mil. Pelo jeito, também faltou combinar com o vírus.



LER ANTERIORLER PRÓXIMO

Todo nosso material está pautado na liberdade de expressão, as opiniões não refletem necessariamente o posicionamento da BAMEVAP, e possuem caráter meramente informativo.

Categorias

Todos

Atualidades

Prevenção a Fraude

Educação Financeira

VEJA TAMBÉM:

09/05/2019
NA CONTRAMÃO

28/06/2019
PRESIDENTE CAFÉ-COM-LEITE

14/03/2019
POR ONDE COMEÇAR?

10/04/2019
GRANDES PODERES TRAZEM GRANDES RESPONSABILIDADES

21/02/2020
A MILITARIZAÇÃO DO PLANALTO

20/03/2020
O VÍRUS E O DESGOVERNO

27/09/2019
BRASIL NA ZONA DE REBAIXAMENTO

SAVap Systems Webmail